Animálculo

Projeto Animálculo

Desde o século XVII microscópios são utilizados para observação da vida microscópica. O uso de microscópios tem um papel importante tanto no estudo como no ensino da Biologia, porém muitas escolas não têm estrutura para ministrar aulas práticas com uso destes equipamentos. Algumas alternativas têm surgido, como o desenvolvimento de microscópios virtuais. O estágio de desenvolvimento atual das tecnologias de informação e comunicação permite-nos avançar um pouco mais no sentido de buscar alternativas para a microscopia seja inserida não somente para mostrar imagens aos alunos que não podem ser vistas a olho nu, como também desenvolver interesse e habilidades de investigação científica. Neste sentido esse projeto propõe-se customizar e utilizar um protótipo de laboratório de microscopia remoto para realização de experimentos de investigação da vida microscópica de forma colaborativa, possuindo microscópios que poderão ser manipulados remotamente para realização de observações e análises por alunos em escolas em qualquer localidade que tenha um computador com acesso à Internet.

Produtos relacionados ao projeto:

 

Processo: 16/05243-7
Linha de fomento: Auxílio à Pesquisa - Programa BIOTA - Regular
Vigência: 01 de junho de 2017 - 30 de setembro de 2019
Área do conhecimento: Ciências Biológicas - Biologia Geral
 
Pesquisador responsável: Eduardo Galembeck
Beneficiário: Eduardo Galembeck
 
Instituição-sede: Instituto de Biologia (IB). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
 
Pesq. associados: Rafael César Bolleli Faria ; Verônica Gomes dos Santos
 
Bolsa(s) vinculada(s): 17/13649-6 - Desenvolvimento de interface web e banco de dados para disponibilização e avaliação de experimentos remotos, BP.TT
 
Assunto(s): Ensino de biologia  Ensino de ciências  Microscopia  Laboratórios  Microscópio eletrônico 

 

LTE 2019 - Educational Technology Lab - IB - UNICAMP